Clínica ProPlastica

Aprenda a usar a cinta modeladora de maneira correta

Aprenda a usar a cinta modeladora de maneira correta

A cinta modeladora ou sutiã cirúrgico são acessórios muito importantes usados durante a recuperação pós-operatória nos primeiros dois meses. O uso incorreto pode aumentar o seu tempo de recuperação ou até mesmo alterar o resultado da sua cirurgia.

O uso da cinta na cirurgia plástica sempre deve partir de uma indicação médica, você nunca vai poder usar a cinta por conta própria, ou porque um especialista disse para outro paciente usar e você simplesmente tomou a mesma atitude.

Veja abaixo como a cinta modeladora funciona no corpo do paciente, a importância dela e os riscos de quem não usa esse acessório corretamente.

 

Pra que são indicadas as cintas modeladoras?

As cintas modeladoras são indicadas em cirurgias que tenham descolamento da pele com o plano profundo, normalmente as cirurgias que diminuem a gordura e a flacidez de pele do paciente sejam no abdome, braços, pernas entre outros, ou seja, nas lipoaspirações e nas dermolipectomias (ex: abdominoplastia). No rosto é mais utilizada quando feita lipo de papada ou cirurgia das orelhas. Já o sutiã cirúrgico é usado em todas as cirurgias de mama. Ambos podem ser usados mais justos ou mais frouxos, normalmente o tempo todo no primeiro mês e apenas a noite no segundo mês de pós-operatório, depende de cada caso e da indicação do seu cirurgião.

O pós-operatório de qualquer cirurgia plástica é muito delicado. O paciente passa  por um procedimento que interfere diretamente em sua estrutura corporal, por isso a recuperação exige total atenção e completa responsabilidade por parte do operado.

A cinta só deve ser usada se o médico realmente indicar, quando isso ocorre, o não uso pode interferir diretamente no resultado da cirurgia.

Elas são utilizadas para apertar a parte da pele em que ocorreu o procedimento contra o músculo e assim diminuir o espaço vazio que é criado durante a cirurgia. Assim, evitam o inchaço, ajudam na remodelação do corpo, que foi exatamente o objetivo de você ter feito tal cirurgia.

As cintas também ajudam na cicatrização, evitam sangramentos e outros problemas mais graves. Isso tudo se ela for usada de forma correta e no tempo indicado pelo cirurgião plástico que realizou o procedimento. Portanto nada de exageros, pois a cinta muito apertada pode marcar a pele e também trazer prejuízo na passagem do sangue pela pele e causar necrose da mesma.

 

Qual a importância da cinta modeladora?

A cinta modeladora quando usada corretamente vai ajudar seu corpo a se recuperar da cirurgia.

Normalmente, ela é utilizada nos 30 dias após a operação, devendo tirá-la apenas na hora do banho, mas isso vai depender da indicação do cirurgião plástico, é ele quem determina o tempo exato que será necessário o uso da cinta.

Ela garante a sustentação do corpo e possui diversas formas e tamanhos que também precisam ser definidas pelo especialista.

 

Quais os riscos do uso equivocado da cinta?

Se você resolver descumprir as indicações feitas pelo seu cirurgião e usar a cinta por conta própria, problemas sérios podem ocorrer com o seu corpo.

As principais áreas que a cinta pode prejudicar são a circulação sanguínea e a ortopédica. Ou seja, o uso errado do acessório pode te trazer problemas e sequelas.

Além disso, tal irresponsabilidade por parte do paciente pode levá-lo a sentir dores muito fortes e bastante desconforto, sendo este um sintoma inicial dos problemas mais sérios que estão por vir pelo uso equivocado da cinta modeladora.

Após a realização do procedimento cirúrgico, converse com o médico e tire todas as suas dúvidas com ele. Somente o cirurgião plástico especialista pode te indicar ou não o uso desse acessório.

 

Quer saber mais sobre o uso da cinta modeladora e outras indicações do pós-operatório? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de tudo sobre cirurgia plástica.

 

Dra. Alexandra Rezende
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica
CRM: 50932 / RQE: 36056