Clínica ProPlastica

Implante capilar

implante1

O que é a cirurgia de transplante capilar?

A queda de cabelo é causada, principalmente, pela combinação de envelhecimento, alteração hormonal e histórico familiar de calvície. Como regra geral, quanto mais cedo se inicia a queda capilar, mais severa a calvície se tornará. A queda de cabelo também pode ser causada por queimaduras ou trauma, caso em que a cirurgia de transplante capilar é considerada um tratamento reconstrutor.

Se você e seu médico chegarem à conclusão de que o transplante capilar é a melhor opção, fique tranquilo, pois cirurgiões plásticos credenciados já realizam este procedimento há mais de trinta anos.

A verdade sobre a queda de cabelo

Não é verdadeiro afirmar que a calvície é causada pela má circulação no couro cabeludo, deficiências de vitaminas, caspa e até mesmo pelo uso excessivo de chapéu. Todas estas teorias foram desmistificadas. Também não é verdade que a perda de cabelo esteja associada à calvície do avô materno, ou que homens de 40 anos de idade, que nunca tiveram queda de cabelo, não serão calvos.

Os melhores candidatos ao transplante capilar

A cirurgia de transplante capilar pode melhorar a sua aparência e autoconfiança, mas, os resultados podem, não necessariamente, corresponder ao seu ideal. Pense cuidadosamente sobre suas expectativas e as discuta com o seu cirurgião. É importante entender que todas as técnicas de transplante capilar usam seu próprio cabelo. O objetivo da cirurgia é encontrar o uso mais eficiente para o cabelo existente. Candidatos à cirurgia de transplante capilar devem ter crescimento capilar saudável na parte de trás e nas laterais da cabeça para servirem como áreas doadoras. É dali que são retirado os enxertos e retalhos.

Demais fatores, tais como a cor do cabelo, a textura e a ondulação também podem afetar o resultado estético. Há uma série de técnicas usadas na cirurgia de transplante capilar e às vezes duas ou mais técnicas são usadas para se obterem os melhores resultados.

Técnicas de transplante tais como enxertos com punch, mini-enxertos, micro-enxertos, enxertos de unidades foliculares são geralmente realizadas em pacientes que desejam uma mudança mais modesta no volume do cabelo. Retalhos, expansão tecidual e redução de couro cabeludo são procedimentos indicados para pacientes que necessitam de uma área maior.

Lembre-se, há limites para o que pode ser alcançado. Um indivíduo com pouco cabelo não pode ser encorajado a se submeter à cirurgia de transplante capilar.

A queda de cabelo em mulheres

Alguns médicos estimam que uma em cada cinco mulheres apresentem algum grau de queda de cabelo, sendo geralmente causada pelo envelhecimento, doenças ou alterações hormonais após a menopausa.

As mulheres tendem a apresentar uma sutil diminuição de cabelo por todo o couro cabeludo, em vez de perder chumaços de cabelo, como é comum em homens. Para resolver o problema, algumas mulheres optam por usar peruca ou alongamento de cabelo e existe algum sucesso com o uso de medicamento tópico. A eficácia destes fármacos varia e simplesmente impede a queda de cabelo, sem estimular o crescimento. A cirurgia de implante capilar pode ser a resposta a indivíduos que se sentem desconfortáveis com qualquer uma destas opções.

Devido ao mini-enxerto ser, geralmente, o tratamento cirúrgico de escolha para áreas com pouca falta de cabelo, bons candidatos a este procedimento são aqueles que têm crescimento capilar denso na parte de trás da cabeça. Mini-enxertos são tirados desta área e recolocados em áreas com pouco cabelo, dando volume à região capilar. Ocasionalmente, retalhos e procedimentos de expansão de tecido podem ser usados se o indivíduo for considerado bom candidato ao procedimento.

Se você estiver pensando em se submeter à cirurgia de transplante capilar, é importante entender que você nunca terá a mesma abundância que tinha antes da perda de cabelo, no entanto, a cirurgia pode camuflar as áreas deficientes e lhe dar um pouco mais de plenitude.