Clínica ProPlastica

Ninfoplastia – Assuntos Polêmicos

Ninfoplastia – Assuntos Polêmicos

Já comentamos aqui no blog sobre o que é Ninfoplastia e como é realizado o procedimento. O tema pode se tornar polêmico por falta de algumas informações importantes, pois a cirurgia plástica chamada Ninfoplastia ou Labioplastia é muito comum e trata-se de um procedimento muito natural.

A Ninfoplastia é uma cirurgia plástica voltada para a mulher que quer se sentir bem com a aparência da sua região íntima. Apesar de se tratar de um procedimento cirúrgico como qualquer outro, há mulheres que tem receio em procurar um profissional para tratar do desconforto vaginal. Conversar com um cirurgião plástico preparado e capacitado para este tipo de cirurgia é um grande passo para esclarecer dúvidas e conseqüente tomar a decisão de realizar a cirurgia. O resultado será o resgate da autoestima, mais confiança e felicidade.

O problema tem solução

É comum mulheres relatarem no consultório médico, o constrangimento em curtir momentos simples durante a intimidade com seu parceiro, por vergonha do tamanho aumentado dos pequenos lábios. Pode até parecer frescura ou excesso de vaidade, mas não é. Quem sofre com o problema sabe muito bem o constrangimento que pode causar.

Mas a boa notícia é que a cirurgia plástica resolve o problema e eleva a autoestima das mulheres. A Ninfoplastia é realizada nos pequenos lábios da vulva, onde a pele excedente é retirada. Não é utilizada anestesia geral, apenas anestesia local com sedação. Isso evita a internação da paciente, que é liberada no mesmo dia.

Os pequenos lábios normalmente tem as bordas mais escurecidas e eles geralmente clareiam após a Ninfoplastia. O desconforto do pós-operatório geralmente se concentra na primeira semana, mas não é nada muito doloroso. É recomendada no primeiro mês a ausência de relações sexuais, o uso de roupas muito apertadas e banho de piscina ou mar.

A primeira recomendação para quem já se decidiu pela cirurgia da intimidade é procurar um médico de confiança. Descubra se o profissional é especialista nessa área.

Exames laboratoriais e clínicos, além de cardiológicos normais, precisam atestar que está tudo bem com a paciente. O processo pré-operatório incluiu não ingerir medicamentos com ácido acetil salicílico, bebidas alcoólicas ou fumar.

 

Motivos para realizar a Ninfoplastia

Não é somente por estética que as mulheres procuram pela Ninfoplastia. O excesso de pele nos pequenos lábios provoca constrangimentos não só pelo tamanho, mas também pelo escurecimento mais aparente. A pessoa que não se sente bem esteticamente também pode ser afetada psicologicamente, e com isso tem a sua autoestima diminuída.

Muitas mulheres ainda apresentam dores durante as relações sexuais, desconforto no uso de roupas apertadas, biquínis e calcinhas. Alguns exercícios físicos também incomodam, como por exemplo, andar de bicicleta.

O período menstrual para quem tem este problema, pode se tornar mais incomodo, devido a escoriações (pequenos cortes) nos pequenos lábios.

É importante ressaltar que, o prazer sexual da mulher que faz a Ninfoplastia é preservado, pois nesta cirurgia o clitóris não é afetado.

 

 

Tipos de cirurgia íntima

 

Além da Ninfoplastia que corrige o tamanho dos pequenos lábios, tornando-os simétricos e com aspecto natural, há outros tipos de cirurgia íntima. Vamos conhecê-los?

 

Correção dos grandes lábios: Os grandes lábios podem apresentar-se hipotrofiados (murchos) ou hipertrofiados (cheios). A hipotrofia é mais comum em mulheres idosas e a correção é feita enxertando-se gordura da própria paciente. As áreas doadoras mais comuns são abdômen, face interna de joelho e culotes. Já no caso da hipertrofia, o que se faz é uma lipoaspiração com cânula fina para diminuir a espessura dos grandes lábios.

Monte de Vênus volumoso: Mesmo as mulheres magras podem apresentar alguma elevação dessa região, fazendo com que o Monte de Vênus seja muito proeminente em relação ao abdômen. Nesses casos, a correção é feita com lipoaspiração. A abstinência sexual nesse caso específico não é necessária.

Outras informações

A cirurgia da intimidade só pode ser realizada em mulheres acima de 18 anos e os procedimentos não são complicados. As intervenções duram, em média, 60 minutos, a alta hospitalar ocorre no mesmo dia e a volta às atividades diárias normais ocorre em alguns dias. .

A cirurgia íntima não possui contraindicações absolutas, no entanto, como em qualquer cirurgia, indivíduos com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca, descontroladas devem evitar procedimentos cirúrgicos.

Pacientes com infecção ativa no local ou corrimento devem fazer tratamento antes de se submeter à cirurgia.

Para mais informações, fique à vontade para marcar uma consulta. Escreva-me também através das redes sociais:
Instagram: @ProPlastica
Facebook: @ProPlasticaBH

Dra. Alexandra Rezende
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica
CRM: 50932 / RQE: 36056

Author Info

Proplastica Cirurgia Plástica