Clínica ProPlastica

Tamanho da Prótese de Silicone

Tamanho da Prótese de Silicone

Quando o assunto é Prótese de Silicone para a mama, inúmeras variáveis devem ser observadas.

Esclarecer as dúvidas com o cirurgião plástico é fundamental para o planejamento da cirurgia. Através de uma boa conversa e análise do perfil do paciente, será possível constatar o melhor tamanho das próteses de silicone a serem usadas no implante.

Quando digo que há inúmeras variáveis, estou me referindo à individualidade de cada mulher, suas particularidades, como por exemplo, peso, altura, biótipo, histórico de gestação e amamentação, além de desejos e expectativas com relação ao tamanho da mama.

Algumas querem ficar mais sensuais e com muito volume nas mamas. Outras apenas querem um leve volume e um aspecto mais natural. Já as mulheres que amamentaram querem apenas repor o volume perdido. Acima de tudo, não podemos nos esquecer de que existe um limite saudável e recomendado para cada paciente.

 

Analisando fatores para o implante de silicone

Alguns fatores devem ser avaliados pelo cirurgião plástico juntamente com a paciente para que o resultado final da prótese de silicone fique harmônico. Vamos conhecê-los:

  • Tamanho do tórax e altura da paciente: Para que a anatomia e os limites do contorno da região sejam respeitados, é necessário avaliar se a quantidade do volume da prótese (ml) estará de acordo com o perfil físico da paciente. Há mulheres mais altas e com tórax mais largo e mulheres baixas com tórax mais estreito.
  • Quantidade e qualidade de pele: Uma pele com mais elasticidade, de boa qualidade e sem sobras, geralmente recebe e acomoda melhor implantes maiores.
  • Tecido mamário: Mulheres com mamas que ainda não sofreram a transformação em fibrose e gordura, geralmente tem mais harmonia no resultando final do implante.
  • Expectativa da paciente: Cada mulher tem seu desejo e sonho de ter uma mama bonita e bem definida. O que deve ficar claro é que, “o que ficou bom para minha amiga, talvez não fique bom para mim”.

Portanto, juntos, o cirurgião plástico e a paciente, chegarão a uma escolha mais acertada, respeitando as individualidades e características de cada pessoa para um resultado final satisfatório.

 

Formato e tipos de próteses

A decisão de fazer a cirurgia de implante de silicone na mama não envolve somente a escolha do tamanho da prótese (volume), mas também do tipo e o formato.

O tipo da prótese será certamente o que dará forma às mamas, por isso devem ser utilizadas aquelas que se adequam melhor às necessidades e biótipo de cada paciente.

Os diversos tipos de prótese se diferenciam pela relação de altura (o quanto a mama é projetada para frente a partir da base) e largura (diâmetro da base). Essas variações de perfis existem para proporcionar um resultado mais adequado ao corpo, levando em consideração as características da paciente.

Em relação ao formato da prótese hoje existem basicamente três opções:

  • Redonda
  • Anatômica
  • Cônica

A Prótese Redonda é simétrica em todas as dimensões, preenchendo por igual todos os espaços, principalmente o colo da mama, região que normalmente se apresenta vazia.

Já a Prótese Anatômica, por possuir um formato mais próximo de uma mama natural, ou seja, maior volume na parte inferior do que a superior, geralmente é indicada para mulheres mais magras e que não querem um aspecto muito diferente do natural. A prótese anatômica é muito utilizada, também, em reconstrução mamária após cirurgias.

Com um volume predominantemente central, a Prótese Cônica resulta em grande projeção mamária. Geralmente, é utilizada nas cirurgias em que há necessidade de modelar a mama (Mamoplastia ou Mastopexia), pois nesses casos a prótese irá ajudar no formato e consistência dos seios.

 

Há também alguns perfis de próteses de silicone:

Perfil Baixo e Moderado: As próteses desse perfil possuem maior diâmetro e menor projeção, ou seja, base mais larga e altura mais baixa. Geralmente, são recomendadas para quem possui o tórax mais largo e não quer que os seios fiquem em evidência. Nesse caso os seios ficam com pouca projeção para frente.

Perfil Alto: Diferente dos outros tipos de próteses de silicone, esse tem o diâmetro menor e uma projeção maior. O colo e os seios ficam mais em evidência. Normalmente, é indicado para quem possui o tórax mais proporcional e já possui naturalmente mamas com volume considerável.

Perfil Superalto: É a prótese que possui menor base e maior projeção se comparado a todos os outros. Geralmente, é mais recomendado para quem tem tórax estreito e seios pequenos, já que a base do busto não é alargada e a projeção para frente é bem evidente.

 

Contraindicação

Em alguns casos a cirurgia de implante de silicone não é recomendada. É importante respeitar os limites da saúde para evitar problemas.

  • Mulheres com menos de 2 anos após a primeira menstruação
  • Mulheres durante a gestação ou durante a lactação;
  • Mulheres com menos de 6 meses após o fim da lactação
  • Pessoas com doenças não controladas;
  • Pessoas com câncer de mama ainda não tratados;

Entre em contato conosco para uma avaliação e também para tirar possíveis dúvidas, se informando melhor sobre o tamanho da prótese ideal para você.

 

Quer saber mais?

Escreva-me através das redes sociais:
Instagram: @ProPlastica
Facebook: @ProPlasticaBH

Dra. Alexandra Rezende
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica
CRM: 50932 / RQE: 36056