Clínica ProPlastica

Bichectomia

Bichectomia é a cirurgia plástica que consiste na retirada parcial de duas bolsas de gorduras internas presentes uma em cada lado da boca, entre o maxilar e a mandíbula, chamadas de “bolas de Bichat”. Essas bolsas de gordura estão presentes nas bochechas, não importa se a pessoa está ou não acima do peso. O objetivo da bichectomia é reduzir o volume das bochechas.

A bola de Bichat ou Corpo Adiposo Bucal é o nome dado a estrutura gordurosa presente na região da bochecha, que, quando aumentada, por questões genéticas, deixa o rosto arredondado. E ao contrário de outras gorduras corporais, a bola de Bichat não diminui com dieta. Portanto, a cirurgia plástica seria a única forma de reduzir o volume das bochechas.

Indicação

A cirurgia pode ser indicada para homens e mulheres que sofrem com mordeduras frequentes e também que se incomodam com o tamanho de suas bochechas, buscando um rosto harmonioso. Vale lembrar que, por ser uma estrutura anatômica, depois de retirada, a bola de Bichat não volta a se formar, mesmo que a pessoa venha a engordar ao longo da vida, ou seja, a cirurgia é irreversível.

O procedimento pode ser realizado assim que houver o crescimento completo da face, então, pode ser feita no início da juventude, havendo o consentimento por escrito dos responsáveis. Geralmente, são pacientes entre 20 e 45 anos que procuram a cirurgia.

Perguntas Frequentes sobre Bichectomia:

1 – A partir de qual idade posso fazer uma cirurgia plástica para diminuir as bochechas?

Geralmente, a maior parte das cirurgias plásticas estéticas no rosto, poderá ser feita assim que houver o crescimento completo da face. Sendo assim, a cirurgia pode ser feita já na adolescência, desde que haja consentimento por escrito dos responsáveis pelo paciente.

2 – Tenho as “maçãs do rosto” grandes ou já evidentes. A cirurgia de bichectomia é indicada para mim?

Muitos pacientes têm o interesse em fazer a cirurgia de bichectomia para diminuir as bochechas e afinar o rosto. Entretanto, para alguns é fundamental uma avaliação facial completa, para verificar, se a cirurgia poderá trazer os benefícios esperados.

Há duas situações específicas que devem avaliadas:

Hipertrofia do músculo masseter

O rosto largo pode ser decorrente da hipertrofia do músculo masseter, o responsável pela mastigação. Nesse caso, pode ser feito um tratamento com toxina botulínica ou com intervenção cirúrgica.

Esse músculo, causa inchaço na parte de trás das bochechas (no angulo da mandíbula) e a bichectomia pode ter um resultado limitado, dependendo da região com a qual o paciente se incomoda.

“Maçãs do rosto” já proeminentes ou grandes

Nesse caso, não há contraindicação para a bichectomia. A cirurgia não irá aumentar o volume das “maçãs do rosto”, ela apenas causará um efeito visual de realça-lás.

3 – Como é a recuperação após a Bichectomia?

O processo pós-operatório de uma bichectomia costuma ser pouco doloroso. Já a recuperação tende a ser rápida quando seguidas as recomendações indicadas pelo cirurgião, principalmente em relação à higiene, ao uso de medicamentos, e à dieta indicada. Mas o resultado demora um pouco mais de tempo, pois é necessário aguardar a melhora do inchaço.

4 – Quais cuidados devo ter após fazer a cirurgia de Bichectomia?

Faixa compressora: depois da intervenção cirúrgica, o paciente necessita manter, por algumas horas, uma faixa compressora colocada pelo cirurgião. O objetivo é reduzir o aparecimento de hematomas, assim como reduzir o inchaço que a operação ocasiona no rosto do paciente. A aplicação da faixa compressora não evita o inchaço, mas o reduz consideravelmente. Além disso, no dia da cirurgia o paciente precisa dormir com a cabeça ligeiramente levantada.

Compressas geladas: durante os dias seguintes da cirurgia, o paciente necessita aplicar compressas geladas sobre a região das bochechas. Este procedimento também irá suavizar o inchaço e possíveis hematomas.

Medicamentos: o cirurgião plástico poderá indicar o uso de antibiótico ou anti-inflamatório para redução de inchaço que se produz após a cirurgia. Geralmente, estes tipos de medicamentos são tomados por 7 dias.

Dieta: o paciente deve seguir uma alimentação especial. Depois da cirurgia deve-se alimentar apenas com líquidos. O consumo de alimentos sólidos pode ocorrer quando houver a liberação do médico.

Higiene bucal: a higiene bucal adequada irá reduzir riscos de infecções. Geralmente, nos primeiros dias  o médico aconselha a realização de enxágues com antisséptico bucal, periogard.

Atividade física: somente realizar esforço físico após liberação do médico.

Resultado da Bichectomia

Geralmente, após 2 meses o resultado começa a ser notado. Por causa do inchaço, antes desse período o procedimento é pouco percebido. O resultado final aparece após 6 meses da cirurgia.

Algumas curiosidades sobre a Bichectomia

  • A cirurgia, na maioria das vezes, é procurada por pacientes magros que têm o rosto arredondado e que sofrem com mordidas frequentes durante a mastigação ou fala;
  • Pessoas muito acima do peso precisam conversar com um bom profissional antes de fazer o procedimento, já que dependendo de sua constituição facial, pode não conseguir um resultado mais satisfatório ou com uma diferença importante;
  • É necessário um bom diagnóstico antes de decidir por bichectomia, pois o rosto pode ser mais arredondado devido à hipertrofia do músculo masseter ou da parótida e, portanto não irá resolver com a cirurgia.
  • A Bichectomia pode ser feita em ambiente ambulatorial e hospitalar;
  • Bola de Bichat não está necessariamente relacionado com o peso corporal, por isso que muitas pessoas emagrecem, mas continuam com o rosto bem redondo;
  • Os trabalhos científicos demonstram que a Bichectomia não acelera o envelhecimento facial quando bem indicada e realizada por profissionais capacitados que não irão remover em excesso.
  • O paciente recebe alta no mesmo dia que fez a cirurgia;
  • Se o paciente é fumante, o ideal é que pare, pelo menos um mês antes da cirurgia;
  • O tamanho da bola de Bichat varia de pessoa para pessoa;
  • Bichat é uma das últimas gorduras a serem consumidas pelo organismo. Ela só diminui quando a pessoa já queimou praticamente todas as outras;
  • O método é estético e funcional.
×
Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?