Clínica ProPlastica

Como funciona a cirurgia para afinar o rosto

Como funciona a cirurgia para afinar o rosto

Cresce no Brasil o número de pessoas interessadas pela cirurgia para afinar o rosto. Também conhecida como Bichectomia, este procedimento consiste na retirada das chamadas bolas de Bichat. Essas bolas são bolsas de gordura depositadas nas bochechas entre a mandíbula e a maçã do rosto, e que não tem uma função definida.

No geral, o organismo não utiliza a gordura das bolas de bichat como fonte de energia para o corpo. Sendo assim, normalmente elas não diminuem com dieta ou exercício físico. E como forma de promover um contorno facial mais bonito, muitos pacientes recorrem à cirurgia para afinar o rosto.

Benefícios

Esta cirurgia trás vários benefícios para os interessados em realizá-la:

  • Diminui o volume das bochechas e deixa o rosto com um contorno mais harmônico;

  • Melhora a autoestima e aumenta a confiança do paciente;

  • A bichectomia melhora a mastigação. Pois, tem pessoas que ferem o interior da boca com mordidas na bochecha ao mastigar;

  • No geral, o resultado é definitivo;

  • A cirurgia pode ser feita por associação com outros procedimentos, como por exemplo, lifting facial.

Quem pode fazer a cirurgia?

Inicialmente, era uma cirurgia indicada para quem morde muito a bochecha devido ao estreitamento do corredor bucal. Atualmente, é uma cirurgia buscada por quem deseja ter o rosto com aparência  mais fina e magra, que muitas vezes estão no seu peso ideal, mas possuem o rosto mais redondo constitucionalmente. lembrando que a indicação não é para pessoas que o rosto está arredondado por estarem acima do peso, nesse caso o emagrecimento é a primeira indicação.

Vale dizer que, a bichectomia pode ser feita em mulheres e homens.

Como é feita a cirurgia para afinar o rosto?

Assim como em qual quer outro procedimento cirúrgico, antes de realizar a cirurgia é necessário ter conhecimento sobre a saúde do paciente. Sendo assim, exames laboratoriais são solicitados pelo cirurgião e a saúde do paciente deve ser analisada criteriosamente.

Após esta análise e já com a cirurgia agendada, o cirurgião plástico faz um corte na área interna da boca, acima do segundo molar superior, e costuma ter uma extensão entre 1 e 4 centímetros. Ao pressionar o lado externo da bochecha, o cirurgião fará com que a gordura atravesse o corte. Na sequência, uma pinça é utilizada e é nesse momento que a bola de Bichat é removida.

Após a remoção, o profissional irá fechar o corte e não haverá cicatriz externa.

Os pontos feitos para o fechamento do corte são, normalmente, absorvíveis e neste caso não precisam ser retirados;

Anestesia

Geralmente, a cirurgia pode ser feita com anestesia local com ou sem sedação e anestesia geral. Mas, vale lembrar que o médico definirá a melhor opção de acordo com o caso do paciente. O ideal é realizar a cirurgia para afinar o rosto em centro cirúrgico, por ser mais seguro.

Contraindicação

O cirurgião plástico deve avaliar o rosto do paciente para saber se existe indicação ou não, para o procedimento. Geralmente, rostos mais alongados e que já são mais magros por natureza, não necessitam de cirurgia.

Veja abaixo outros fatores que impedem a realização da bichectomia:

  • Pessoas em tratamento com quimioterapia e radioterapia;

  • Pessoas cardiopatas graves;

  • Infecções locais ou sistêmicas;

  • Problemas hepáticos e renais graves;

  • Diabéticos graves;

  • Gestantes e lactantes.

Cuidados no pós-operatório

Seguir todas as recomendações e respeitar o tempo de recuperação do seu corpo é algo extremamente importante. Pois, estes cuidados lhe proporcionarão mais segurança no sentido de evitar complicações, além de ter um resultado dentro da expectativa.

Assim, o melhor que você tem a fazer para evitar complicações é:

  • Evitar atividades físicas por, no mínimo, uma semana a 15 dias (dependendo das recomendações do seu cirurgião);

  • Tomar os anti-inflamatórios e antibióticos de acordo com as orientações do seu cirurgião;

  • Ter cuidado ao escovar os dentes, pois, assim você evita colocar muita força ou fazer movimentos bruscos;

  • Falar o mínimo possível nos primeiros dias;

  • Voltar à consulta de retorno na data e horário marcado.

Profissional capacitado

Realizar a cirurgia com um profissional capacitado e no qual você confia, é o primeiro passo para um procedimento bem sucedido.

Procure se informar sobre o currículo do cirurgião plástico que você escolheu, bem como suas experiências. E além de confiar no médico, o paciente deve ter uma conversa franca com ele antes de se decidir pela cirurgia e alinhar suas expectativas.

Gostou das informações do texto? Quer saber mais sobre a bichectomia? É só você Agendar uma consulta para uma avaliação presencial.

Para mais informações, fique à vontade para marcar uma consulta. Escreva-me também através das redes sociais:
Instagram: @ProPlastica
Facebook: @ProPlasticaBH

Dra. Alexandra Rezende
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica

Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?
Powered by