fbpx

Clínica ProPlastica

Mastopexia com prótese ou sem prótese?

Mastopexia com prótese ou sem prótese?

Mastopexia com prótese ou sem prótese? No geral, esta é uma dúvida comum entre as pacientes que procuram a cirurgia plástica para as mamas. Contudo, é importante considerar que, cada mulher tem particularidades em seu corpo, que precisam ser avaliadas de forma criteriosa pelo cirurgião plástico.

Assim, será possível identificar a flacidez e volume da mama, além do biótipo da paciente. Sobretudo, aliado ao desejo da paciente, o médico poderá indicar o uso do silicone ou não.

Mas, o que é mastopexia?

Também conhecida como lifting de mamas, a mastopexia não altera o tamanho das mamas, ao contrário do que muitos pensam. Contudo, a cirurgia de mastopexia tem como objetivo reverter o caimento natural dos seios (ptose mamária), reposicionar a aréola e a pele com flacidez, elevando as mamas até sua posição original, promovendo sua simetria. 

No geral, a mastopexia é indicada para a correção das mamas caídas e flácidas, ou em casos de perda de elasticidade da pele, em que os mamilos ficam caídos devido a mudanças bruscas de peso, amamentação, envelhecimento e até mesmo a ação da gravidade. Dessa maneira, a mastopexia é indicada para mulheres que, mesmo satisfeitas com o tamanho das mamas, não estão plenamente felizes com a forma. Nesse procedimento reposicionamos a aréola e removemos a pele excessiva.

A mastopexia com prótese deixa os seios mais firmes?

Comumente, dependendo do volume final desejado, muitas pacientes preferem o uso de implantes de silicone no procedimento da mastopexia. Pois, estes têm consistência maior, sendo mais duros à palpação e, por ser um objeto industrializado que não é absorvido, mantém a densidade da mama por mais tempo do que realizando a cirurgia sem prótese.

Sobretudo, quando é avaliada a necessidade de prótese de silicone na mastopexia, utiliza-se da técnica para o preenchimento (espaço vazio) e elevação das mamas.

Veja de forma simples e objetiva os principais passos do procedimento:

  • De acordo com análise prévia do cirurgião plástico é feita a incisão, que pode ter como resultado cicatrizes variadas, como por exemplo, uma cicatriz ao redor da aréola, ou uma cicatriz em “T” invertido;
  • Retirada do excesso pele e às vezes de tecido mamário para uma melhor sinterização;
  • Reposicionamento da aréola e mamilos para o centro da mama;
  • Volumização das mamas com a colocação da prótese.

Benefícios da mastopexia com prótese de mama

Dentre os principais benefícios da mastopexia com prótese mamária é possível destacar:

  • Aumento da autoestima – Após o resultado da mastopexia com prótese, a mulher ganha autoconfiança e com isso passa a se sentir mais bonita. Dessa forma ela fica mais satisfeita com o próprio corpo, resgatando sua autoestima.
  • Seios maiores – Um cirurgião plástico capacitado e preparado realizará uma cirurgia com resultados satisfatórios, promovendo à paciente, mamas simétricas e proporcionais.
  • Diminui as alterações e assimetrias – Com o passar dos anos, é normal as mulheres ficarem com os seios mais flácidos e caídos. Ao colocar a prótese mamária e fazer a mastopexia é possível corrigir ou pelo menos reduzir essas imperfeições do tempo, melhorando assim o aspecto geral das mamas.

Riscos

Vale destacar que, toda cirurgia plástica tem os seus riscos. Mas, eles podem ser amenizados quando o paciente leva em consideração alguns fatores importantes como:

  • Formação e preparação do cirurgião plástico;
  • A cirurgia deve ser feita em ambiente hospitalar;
  • Realizar os exames pré-operatórios;
  • Respeitar os limites do corpo em relação à recuperação após cirurgia;
  • Seguir todas as recomendações do cirurgião plástico.

Geralmente os riscos mais comuns após a mastopexia com prótese são:

  • Surgimento de hematomas ou sangramento;
  • Seromas;
  • Abertura da ferida com possível necessidade de retirada da prótese;
  • Má cicatrização;
  • Alteração na sensibilidade da mama;
  • Ruptura do implante;
  • Contratura capsular;
  • Infecção do corte;
  • Mais recentemente descobriu-se que, muito raramente, pode haver a presença de linfoma de células gigantes na cápsula das próteses. É um câncer muito raro e de fácil tratamento quando identificado na fase inicial.

Recuperação da mastopexia

Veja alguns cuidados importantes para a recuperação:

  • No geral, não é recomendado nos primeiros trinta dias levantar os braços. O antebraço pode mexer, mas os braços devem ficar em repouso podendo mexer no máximo 45 graus em relação ao tronco;
  • Dirigir somente com autorização do médico;
  • Utilizar um sutiã pós-operatório por aproximadamente 2 meses;
  • Evitar carregar peso;
  • Após trinta dias é autorizado carregar um peso pequeno como uma bolsa mais pesada. Orientamos que o peso não exceda 5 quilos;
  • Realizar atividade física leve com os membros inferiores, após 30 dias de recuperação;
  • No geral, após dois meses a paciente pode iniciar a atividade física de membros superiores e até mesmo fazer movimentos repetidos como nadar.

Contudo, a paciente precisa seguir todas as recomendações do seu cirurgião plástico para ter uma recuperação plena.

 

Para mais informações, fique à vontade para fazer contato ou marcar uma consulta. Escreva-me também através das redes sociais:
Instagram: @ProPlastica
Facebook: @ProPlasticaBH

Dra. Alexandra Rezende
Cirurgiã Plástica em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica

Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?
Powered by