fbpx

Hospital ProPlastica

Mini abdominoplastia

Mini abdominoplastia

Entenda o que é a cirurgia de mini abdominoplastia, quais as suas diferenças da plástica no abdome convencional e tire as principais dúvidas sobre o assunto

A cirurgia plástica da mini abdominoplastia é realizada com o objetivo de eliminar a flacidez apenas da parte inferior da barriga. Dessa forma, se trata de um procedimento cirúrgico menos invasivo que as abdominoplastias tradicionais.

Confira a seguir as principais dúvidas sobre essa técnica e entenda quais as vantagens desse método, em relação ao convencional.

1. Diferenças entre a mini abdominoplastia e a abdominoplastia convencional

Na cirurgia de abdominoplastia convencional, é realizada uma incisão na parte inferior da barriga, que vai quase um osso ao outro do quadril. A partir dessa incisão, a pele é puxada para baixo, na intenção de esticá-la ao máximo e eliminar a flacidez.

Nesse procedimento, o umbigo então é realocado, para que ele não se desvie da região ideal. Além disso, os músculos reto abdominais também podem ser unidos, quando há diástase muscular (afastamento desses músculos).

Por outro lado, na mini abdominoplastia, a cirurgia é feita visando eliminar a pele flácida apenas do “pé da barriga”. Dessa forma, o umbigo não precisa ser realocado. No entanto, ela só é indicada para quem tem flacidez apenas nessa região do abdome.

2. A cicatriz é muito aparente?

Como foi explicado anteriormente, a cicatriz desse procedimento será menor que a das cirurgias de abdominoplastias convencionais, visto que a área de correção é menor.

Essa cicatriz irá ficar na linha acima do púbis, sendo um pouco maior que a cicatriz de uma operação de cesárea, por exemplo.

Outro ponto importante é que não há cicatriz periumbilical, como é o caso da operação tradicional, visto que na mini abdominoplastia o umbigo não é tocado.

Vale lembrar ainda que, como qualquer processo de cicatrização, nesse caso também é normal que a cicatriz esteja mais notável nos primeiros meses e que vá reduzindo a vermelhidão ao longo do tempo.

3. Qual a indicação dessa cirurgia?

A principal indicação para a operação da mini abdominoplastia é para quem possui flacidez e excesso de pele localizados apenas na região inferior da barriga. Isso porque essa técnica atua apenas nessa área, não sendo resolutiva para outros casos.

4. Contraindicações desse procedimento cirúrgico

Esse procedimento não é indicado para pessoas com excesso de peso, visto que não é um método de emagrecimento. Assim, é importante estar no peso ideal primeiro para que os resultados sejam satisfatórios.

Além disso, é importante que não existam complicações de saúde que impeçam a realização do procedimento.

Vale ressaltar ainda que, para as pessoas que possuem excesso de pele na região supra umbilical, a mini cirurgia não é mais adequada. Nesses casos, o ideal é a realização de uma abdominoplastia completa, a fim de retirar toda a flacidez abdominal.

5. Quais os riscos da mini abdominoplastia?

Assim como qualquer cirurgia, a mini abdominoplastia também oferece alguns riscos. Os principais são:

  • Infecção da incisão cirúrgica;
  • Abertura dos pontos;
  • Reação à anestesia;
  • Formação de hematomas locais, entre outros.

Para evitar essas complicações, é importante ter como suporte uma boa equipe médica.

6. Como é o período pós-operatório?

Por fim, uma dúvida muito comum é em relação ao período de recuperação dessa operação. Em primeiro lugar, é importante ressaltar que é indicado o uso da cinta, principalmente nos primeiros 30 dias.

Além disso, a realização de sessões de drenagem linfática também são essenciais no pós-operatório, pois ajudam a drenar melhor o acúmulo de líquido que é gerado pela cirurgia. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de um dreno nos primeiros dias.

Outra orientação comum é evitar esforços e fazer o uso de analgésicos, conforme recomendado, para evitar sentir dores nessa etapa. O principal, no entanto, é seguir as orientações da equipe responsável pela sua cirurgia.

7. Mini abdominoplastia e lipoaspiração – quando associar?

Em geral, a indicação para realizar a lipoaspiração juntamente com a redução da flacidez se dá quando há gordura localizada que o paciente quer retirar. Assim, os dois procedimentos podem ser feitos no mesmo momento cirúrgico, pois dessa forma o paciente haverá apenas um período de recuperação.

No entanto, vale lembrar que essa situação é mais invasiva que apenas a mini abdominoplastia, necessitando às vezes de uma recuperação mais cuidadosa.

Entre em contato com o Hospital ProPlástica e agende um atendimento.

Author Info

Redatora

Enviar Whatsapp
Olá! Como posso te ajudar?
Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?