fbpx

Clínica ProPlastica

Quais são os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica?

Quais são os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica?

Conheça mais sobre os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica e quais os principais usos para cada uma delas

Você sabia que existem vários tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica? Ao contrário do que muitas pessoas costumam pensar, a utilização das substâncias anestésicas pode ser realizada por várias vias, sendo que cada uma delas possui características e indicações particulares de acordo com a operação a ser realizada.

Esses anestésicos têm uma função primordial em praticamente todos os procedimentos cirúrgicos e, quando o assunto é sobre as cirurgias plásticas, isso não seria diferente.

Por isso, entender mais sobre os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica pode ser essencial para te dar mais tranquilidade no momento de se preparar para a operação.

Tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica

A escolha entre os diferentes tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica depende de qual é a complexidade do procedimento que será realizado. 

Existe uma grande variedade de cirurgias plásticas que podem ser feitas. Mamoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração, rinoplastia, otoplastia entre outros são alguns exemplos.

Apesar de todas serem realizadas por cirurgiões plásticos, o grau de complexidade varia de procedimento para procedimento, sendo que alguns podem ser mais invasivos que outros.

Dessa forma, a decisão pela anestesia usada na cirurgia plástica deve levar isso em consideração. Os principais tipos são:

Geral

As anestesias gerais são aquelas que são feitas por via endovenosa ou inalatória (através de gases). Elas promovem a perda total da consciência, colocando o paciente num estado de coma induzido.

Por isso, esse é um dos tipos de anestesia na cirurgia plástica que necessitam de intubação durante o procedimento, já que o paciente não consegue respirar sozinho. Há também a necessidade de que a operação seja acompanhada por um médico anestesiologista.

Por ser uma forma anestésica mais complexa, ela é reservada para operações mais extensas, como a abdominoplastia e a mamoplastia. Além disso, ela necessita de um maior tempo de recuperação para que o paciente retome a consciência.

Local

As anestesias locais, geralmente, são as mais conhecidas pela população geral. Elas consistem na aplicação de substâncias anestésicas na pele e tecido subcutâneo a ser operado, promovendo dessensibilização.

Por ser um dos tipos de anestesia na cirurgia plástica que possui uma menor complexidade, as anestesias locais são comumente utilizadas nos procedimentos de pequeno porte, como remoção de pequenas lesões na pele e na blefaroplastia.

Além disso, elas possuem uma recuperação mais rápida e não necessitam de um anestesiologista, podendo ser aplicadas pelo cirurgião plástico.

Regional

A Peridural e a raquidiana são os 2 tipos de anestesia regional mais utilizados na cirurgia plástica. O princípio dessas formas de anestesiar é a partir do bloqueio de um nervo, impedindo a transmissão dos estímulos da dor e também impedindo a movimentação de toda a musculatura controlada por ele.

Essas anestesias não promovem a perda de consciência, por isso, geralmente, elas são associadas à sedação endovenosa para que o paciente durma ao longo do procedimento.

As anestesias regionais, portanto, podem ser utilizadas em operações com maior complexidade, quando comparadas as anestesias locais. Alguns exemplos são: lipoaspiração, mamoplastia, prótese de glúteo e abdominoplastia.

Importância na anestesia na cirurgia plástica

Os diferentes tipos de anestésico que podem ser utilizados nesses procedimentos desempenham um papel fundamental no sucesso e evolução segura do quadro do paciente operado.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional de Santa Catarina, “a função da anestesia na cirurgia plástica é o de bloquear temporariamente a capacidade do cérebro de receber estímulos”. 

Com isso, o paciente perde temporariamente a capacidade de sentir dor, o que traz conforto e mais segurança durante a realização da operação, mesmo quando se trata de cirurgias invasivas.

Além disso, os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica possibilitam uma maior precisão para os cirurgiões durante o procedimento. Isso porque, com o uso dessas substâncias que limitam o estímulo da dor, evita-se a agitação do paciente, tornando mais simples para que o médico possa fazer o que foi planejado.

Assim, para além de promover o bloqueio da musculatura alvo, reduzindo os desconfortos para a pessoa a ser operada, os anestésicos possibilitam que o procedimento seja realizado de forma mais precisa, ágil e segura. 

Deseja saber mais sobre os tipos de anestesia usadas na cirurgia plástica? Entre em contato com a Proplástica e agende já uma consulta com a equipe de cirurgiões que trabalham em nosso hospital.

Author Info

Proplastica Cirurgia Plástica

Enviar Whatsapp
Olá! Como posso te ajudar?
Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?