fbpx

Clínica ProPlastica

Segurança na Cirurgia Plástica

Segurança na Cirurgia Plástica

Os procedimentos estéticos têm como finalidade beneficiar a saúde, a autoestima e até a aparência de uma pessoa. Mas, a segurança na cirurgia plástica é essencial para o sucesso do tratamento.

Vale destacar que, cada procedimento é indicado para determinadas situações, mas, em termos gerais, bons candidatos são pessoas não portadoras de patologias que possam prejudicar a cicatrização ou aumentar o risco da cirurgia, não fumantes e que possuam uma perspectiva realista sobre os resultados. Mas esse é apenas o começo.

Contudo, para promover uma cirurgia plástica segura, o médico deve seguir uma série de etapas. Todas elas são muito importantes para que a saúde e a integridade física do paciente não sejam colocadas em risco.

Como Promover a Segurança na Cirurgia Plástica?

Seguem algumas etapas visando uma cirurgia plástica segura:

O momento certo

O momento certo para realizar uma cirurgia plástica deve ser determinado pelo paciente, mas levando em consideração a opinião e indicação do cirurgião. No geral, a recomendação é realizá-la em um período em que haja tempo e tranquilidade para recuperar-se do procedimento e em que seja possível obter ajuda.

Dependendo do tipo de cirurgia, pode ser que seja necessário usar cintas elásticas durante a recuperação e isso pode ser um pouco desconfortável em dias muito quentes. Como o recomendado é não expor as cicatrizes ao sol, o verão pode não ser uma época propícia para determinadas cirurgias plásticas. Sem contar que o inchaço ocasionado por alguns procedimentos pode ser menor no inverno. Mas, estes não fatores determinantes.

A escolha do Cirurgião Plástico

O cirurgião plástico capacitado é o que possui o título de especialista em cirurgia plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Essa certificação é uma segurança, pois significa que a pessoa será atendida por um médico que teve acesso à:

  • Formação rigorosa;
  • Está habilitado para realizar todo tipo de cirurgia plástica;
  • Trabalha submetido a um código de ética;
  • Realiza as cirurgias somente em instalações médicas credenciadas e centros cirúrgicos autorizados pela Vigilância Sanitária, com equipamentos e equipe treinada para atender qualquer irregularidade.

Sinceridade na consulta e alinhamento das expectativas

O sucesso e a segurança das cirurgias plásticas dependem muito da sinceridade do paciente durante a consulta, quando o cirurgião plástico questiona sobre as condições de saúde, expectativas e estilo de vida.

Sobretudo, cada pessoa é única e essa singularidade é respeitada pelo especialista, que leva em consideração, inclusive, variável como envelhecimento e outros fatores no planejamento da cirurgia plástica.

Dependendo do caso, pode ser necessário que o paciente faça mais de uma cirurgia plástica. Nessas situações, o mais indicado é realizar um procedimento de cada vez, ao invés de todos juntos, para evitar a longa permanência em cirurgia e a ampliação dos riscos.

As cirurgias plásticas são um esforço coletivo de médico e paciente. O cirurgião plástico empenha-se também no planejamento e execução, mas, depois, cabe ao paciente manter o que foi conquistado, seguindo à risca as recomendações do especialista e comprometendo-se em adotar um estilo de vida saudável.

Respeito ao Código de Ética Médica

O Código de Ética Médica controla, normatiza ou define a atividade dos profissionais em medicina. Contudo, todo médico no Brasil deve segui-lo, inclusive os profissionais de cirurgia plástica.

Sobretudo, o cirurgião plástico consciente de seus deveres e obrigações, e dos fundamentos do Código de Ética, aprimora seu atendimento para orientar seus pacientes. Pois, essa conduta tem o objetivo de transmitir segurança tanto aos pacientes, como também para toda a equipe que trabalha com o cirurgião plástico.

A escolha do local da cirurgia

O local onde será realizada a cirurgia plástica deve ser escolhido criteriosamente. Pois, a saúde e bem estar do paciente são prioridades e devem ser levadas muito a sério.

Vale destacar que, as instalações cirúrgicas credenciadas estão sujeitas à inspeção interna e externa por agências de saúde e a vigilância sanitária. Sendo assim, o cirurgião plástico em questão deve realizar seus procedimentos em instalações regulamentadas.

Contudo, ambientes cirúrgicos credenciados tem equipamentos de emergência e pessoal capacitado para agir em caso de emergências. Além disso, um cirurgião plástico certificado deve operar em uma instalação cirúrgica credenciada, seja ela própria ou hospitalar.

Concluindo, a segurança na cirurgia plástica vale muito e deve ser levada á serio. Portanto, não coloque sua saúde em riscos e fique atento(a) aos detalhes.

Escreva-me através das redes sociais:
Instagram: @ProPlastica
Facebook: @ProPlasticaBH

Dr. Alexandre Marcondes
Cirurgião Plástico em Belo Horizonte – Hospital Dia ProPlastica
CRM: 11209 / RQE: 8680

Enviar Whatsapp
Olá! Como posso te ajudar?
Olá! Posso te ajudar?
Você tem dúvidas sobre algum procedimento específico?